No Vale do Silício

Googleplex, em Mountain View, com Adriano Renzi (Senac Rio), Adriana Chamas (PUC-Rio) e com Amir Shevat da Google.

Googleplex, em Mountain View, com Adriano Renzi (Senac Rio), Adriana Chamas (PUC-Rio) e com Amir Shevat da Google.

Google Headquarters, Mountain View, CA.

Google Headquarters, Mountain View, CA.

Apenas para um registro aqui no blog – Estas fotos foram tiradas no Googleplex, em Mountain View, Califórnia, ao visitar a sede da gigante do Vale do Silício na companhia dos professores de Design Adriano Renzi (Senac Rio) e Adriana Chamas (PUC-Rio), numa cortesia ao amigo Amir Shevat, engenheiro de produto que atua na companhia como Startup Ecosystem Development Leader. Conhecemos o Amir quando participamos, na qualidade de Google UX Mentors, do evento Startup Launch, promovido pela Google e pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro.

Googleplex, em Mountain View, com Adriano Renzi (Senac Rio), Adriana Chamas (PUC-Rio) e com Amir Shevat da Google.

Googleplex, em Mountain View, com Adriano Renzi (Senac Rio), Adriana Chamas (PUC-Rio) e com Amir Shevat da Google.

Luiz Agner, Adriano Renzi, Adriana Chammas, Amir Shevat em visita ao GooglePlex, Mountain View, CA.

Luiz Agner, Adriano Renzi, Adriana Chammas, Amir Shevat – em visita ao GooglePlex, Mountain View, CA.

Jornalismo para tablets: o aplicativo de Veja

O processo de convergência tecnológica impõe a sua lógica, que impacta fortemente todas as empresas de mídia. Diante da crise, estas procuram se adaptar, estendendo o seu conteúdo através de inúmeras plataformas e formatos, a exemplo dos chamados aplicativos nativos, desenvolvidos exclusivamente para os dispositivos móveis como smartphones e tablets.

Entre as manifestações que estão em desenvolvimento e expansão no campo jornalístico, focamos na avaliação das soluções desenhadas para o jornalismo móvel, com ênfase na sua recepção, onde aplicamos o conceito de comunicabilidade. Este conceito, que tem por base a Semiótica, relaciona-se à construção de uma linguagem para a interação e descreve a capacidade de um sistema interativo comunicar satisfatoriamente ao usuário a lógica do seu design.

Neste trabalho, avaliamos as interfaces gestuais do aplicativo da revista Veja para tablets, a partir do método de avaliação de comunicabilidade.

Veja o link para o artigo completo que será apresentado no Congresso de Design da Informação (CIDI).

Os autores agradecem o apoio da FAPERJ – Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro e do Programa de Iniciação Científica da FACHA – Faculdades Integradas Helio Alonso.

Treinamento mobile com pipoca

O que você acha de fazer um treinamento do Google comendo pipoca? É que no dia 10 de junho de 2015 o Google vai realizar um treinamento no cinema! O evento chama-se Mobile Day, um documentário produzido pelo Google com vários experts do mundo mobile, que apresentam a mobilidade como transformadora da vida das pessoas.
Read More

Seu site é mobile-friendly?

Hoje é um dia especial para a usabilidade móvel: 21 de abril de 2015!

#MobileMadness #mobilefriendly

A partir de hoje, a Google está implementando mudanças importantes nos seus algoritmos de busca em dispositivos móveis, onde priorizará em seus resultados os conteúdos mobile-friendly.

image

Read More

Brasileira notável na Computação

image
 

A comunidade brasileira de Computação está de parabéns! A professora Clarisse Sieckenius de Souza, da PUC-Rio, é a primeira brasileira homenageada pelo projeto Notable Women in Computing, da Universidade de Duke, nos Estados Unidos.

O projeto incentiva e valoriza a participação das mulheres na Ciência da Computação, visto que a presença feminina na área ainda é bem pequena. Para isso, 54 mulheres especialistas em computação de reconhecimento internacional foram retratadas em um baralho criado especialmente para a divulgação do projeto. A professora Clarisse é o dez de espadas. Clarisse é uma das pioneiras na área de Interação Humano-Computador no Brasil e titular do Departamento de Informática da PUC-Rio (e fez parte da minha banca de mestrado!).

A homenagem foi muito bem recebida pela área acadêmica, principalmente por ter sido anunciada na semana do “Dia Internacional da Mulher”. A professora Clarisse dedicou o prêmio a todas as cientistas da computação do Brasil.

Parabéns a todas as mulheres da Computação! 🙂
[Patricia Tavares]

Usabilidade pedagógica e design de interação na EAD

Defesa de Isabella Muniz (PUC-Rio, 2015)

Esta foi a defesa de doutorado da minha co-orientanda da PUC-Rio, a professora Isabella Muniz. Isabella desenvolveu uma consistente e aprofundada pesquisa envolvendo aspectos conceituais, metodológicos e práticos do Design de Interação aplicado à Educação a Distância, com contribuições à teoria da Usabilidade Pedagógica. Sua banca de defesa (na foto, pela ordem, os professores Guiseppe Amado, Eduardo Ariel, Gilda de Campos, Isabella Muniz, Sophia Roslindo, Luiz Agner e Luis Antonio Coelho) aprovou a sua tese com louvor. Parabéns, Isabella! Agradeço a você pelo convite da co-orientação e igualmente ao prof. Luis Antonio pela oportunidade que me deu de participar desta bela pesquisa.

A tese da Isabella tratou da interação mediada por ferramentas de comunicação e colaboração em ambientes virtuais de aprendizagem, dentro do contexto da educação a distância (EAD), partindo do olhar da usabilidade pedagógica e do design da interação. O estudo tem como objetivo localizar necessidades e questões que podem influenciar o uso de ambientes virtuais de aprendizagem para o planejamento e a implementação de estratégias pedagógicas colaborativas, a partir de relatos de docentes. Foram realizadas entrevistas não-diretivas com profissionais da EAD para fundamentar o desenvolvimento de cenários que serviram de temas para a técnica da entrevista baseada em cenários, com docentes tutores.

Os resultados expõem o crescimento do papel da tutoria em EAD nos modelos pedagógicos que propõem estratégias de ensino colaborativas, acarretando a necessidade de sistemas que apoiem as tarefas do tutor dentro dos ambientes virtuais de aprendizagem.

Presente no Google Experts

Página Google Developers Top Experts

Página Google Developers Top Experts -UX/UI - Luiz Agner

Gostaria de registrar que o meu perfil foi recentemente incluído no diretório Google Experts, na categoria UX/UI, juntamente com os de meus amigos pesquisadores Adriana Chamas e Adriano Renzi.

O diretório é uma rede global de estrategistas, designers, desenvolvedores e profissionais de marketing que apóiam startups e empresas que buscam inovar através da internet. Segundo a Google, os chamados Google Experts são profissionais de destaque em estratégias de produto, UX / UI, marketing e monetização.

Os membros do site Google Experts passam por rigoroso processo de avaliação, sendo indicados por funcionários da Google com base em suas contribuições para o seu campo de pesquisa. O programa é gerenciado pela Google Developers dando acesso a know-how e a uma rede de produtos, design e marketing.

Os Google Experts orientam empresários ajudando-os a projetar, desenvolver e distribuir seus produtos. Graças a seu apoio, startups de alto potencial e comunidades técnicas em todo o mundo constroem e lançam aplicativos inovadores em eventos como o Google LaunchPad, do qual participamos no Rio de Janeiro na qualidade de mentores de UX sob a liderança do especialista e palestrante israelense Jacob Greenshpan.

Aqui um vídeo que ilustra o estilo descontraído do evento Google Launchpad (neste caso em Londres):

UX no Seminário de Metodologia do IBGE

Esta foi a apresentação do artigo em co-autoria com a Patricia Tavares para o 3º Seminário de Metodologia do IBGE. O SMI foi realizado nas instalações do Centro de Documentação e Disseminação de Informações (CDDI) do IBGE no Rio.

O tema do evento foi “Desafios e oportunidades para a obtenção de dados“. Conferencistas nacionais e internacionais de reconhecida competência no tema principal participam do evento.

O Seminário de Metodologia do IBGE – SMI é um evento organizado anualmente pelo IBGE e tem por objetivo propiciar espaço e oportunidade para discussão e reflexão sobre os avanços, desafios e perspectivas da metodologia relacionada à produção de informações.

Também participou do SMI 2014 a minha ex-aluna da PUC-Rio Monique Tavares de Oliveira com o seu primoroso trabalho “Exitus: Interface Amigável para Questionários Utilizando Tablets em Entrevistas Estruturadas”, também abordando o tema da UX na coleta automatizada de dados em pesquisas com dispositivos de mão.

Nous sommes tous Charlie

image

Realmente, muito triste e preocupante. Tendo participado do Pasquim, tendo começado minha vida profissional militando na imprensa nanica carioca armado com lápis, pena e nanquim (antes de me formar em Design e de ter abraçado de vez o computador), tendo colaborado durante vários anos diariamente com comentários visuais sarcásticos e irônicos no Jornal dos Sports e Jornal do Brasil, venho aqui deixar registrada a minha total solidariedade e minha homenagem aos mártires do humor e da liberdade de expressāo franceses: Wolinski, Charb, Cabu, Philipe Honoré e Tignous, e aos demais jornalistas e funcionários vítimas da covarde chacina. Que 7 de janeiro seja lembrado como o Dia Mundial pela Liberdade de Expressāo. #jesuischarlie

Parcerias com alunos no InterCom (I)

Apresento aqui artigos desenvolvidos em parceria com meus alunos da Facha e da PUC-Rio, no Congresso InterCom 2014. O primeiro trabalho (“O modelo crowdsourcing aplicado à produção de imagens para o mercado fotográfico brasileiro”), em co-autoria com Fernando Blum, da startup TryPic, apresenta o modelo crowdsourcing e refere-se ao uso da inteligência coletiva disponível na internet como ferramenta de inovação e criação de novos modelos de negócios. O texto apresenta ainda o conceito de Lean Startup, idéia introduzida pelo autor e empreendedor Eric Ries, que envolve o conjunto de processos usados para desenvolver novos produtos e mercados combinando desenvolvimento ágil de software, participação dos usuários e emprego de plataformas existentes. O trabalho analisa como estudo de caso a nova plataforma online que aplica o modelo da concorrência criativa para aproximar compradores e provedores de imagens.